Luiz Bonfá – O Violão e o Samba (1962)

No distante ano de 1962 o violonista Luiz Bonfá já fazia coisas surpreendentes com seu instrumento. Reconhecido como um dos grandes trabalhos de todos os tempos naquela época, “O Violão e o Samba” é tocado com muita paixão! Há momentos tão comoventes que não seria exagero dizer que os olhos ficam marejados em “Inquietação”, “ Meu Nome é Ninguém”, assim como algumas outras. É como se suas mãos fossem algo puro tocando o sagrado violão. Seu dedilhados são capazes de extrair sentimento tão belos que nos provoca a vontade de sermos pessoas, realmente, melhores num mundo tão novelesco. Bonfá produz melodias tão singelas que, discretamente, tem o poder de nos colocar em contato com nossa melhor porção. O efeito de sua música sobre nós pode ser descrito como pausas para reflexão diante dos breves silêncios entre as batidas musicais.

Data do lançamento: algum dia em 1962.

Saiba mais: